Skip to main content
Natal

Pisca-pisca: Evite acidentes com as luzes e a decoração de Natal

A beleza e o brilho das lâmpadas pisca-piscas encantam pessoas de todas as idades e trazem a magia do Natal para salas, varandas e jardins. Devido ao baixo custo desses enfeites luminosos e a facilidade de instalação, as luzes natalinas estão presentes em grande parte dos lares brasileiros e até na fachada de prédios públicos, praças, nas ruas e avenidas. No entanto, é preciso ter cuidado ao escolher o modelo e o local onde será instalado, e, acima de tudo, não se deve realizar manutenção nem troca dos pisca-piscas sem conhecimento.

Além de aumentarem o consumo energético de uma casa durante o período de festas – que normalmente coincide com maior bandeira tarifária, devido aos baixos níveis nos reservatórios das hidrelétricas –, as lâmpadas de Natal podem oferecer risco de choques, curtos-circuitos e até incêndio. Para não transformar seu fim de ano em um pesadelo, é fundamental observar alguns pontos antes de fazer a sua decoração de Natal.

 

CUIDADOS AO ESCOLHER E INSTALAR LÂMPADAS DE NATAL

Confira as especificações dos produtos

As lâmpadas de Natal produzidas ou comercializadas no Brasil devem atender às especificações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, e para isso, precisam ser testadas e certificadas pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). A embalagem do produto deve trazer informações (em português) sobre composição e outras características (tensão, corrente, potência etc.), além de instruções de instalação, uso (interno ou externo) e riscos. Os pisca-piscas não podem conter material ferroso no condutor, pois aumentam as chances de incêndio.

 

Faça economia inteligente

Optar por luzes mais baratas não significa fazer economia. Geralmente, as marcas vendidas em camelôs e ambulantes são de qualidade duvidosa e não têm nenhuma certificação, como a do Inmetro, que atestam sua segurança. Ao invés de adquirir um produto de baixa qualidade, opte por pisca-piscas com lâmpadas LED, que são mais eficientes, fazendo com que você economize na conta de luz. Além da economia, as lâmpadas LED são mais bonitas, brilhantes e duram muitos anos.

 

Instalação

Instalar luzes natalinas é mais que simplesmente distribuir as lâmpadas por uma superfície e ligar na tomada:

 

– Para ambientes abertos, como varandas, sacadas, fachadas e quintais, as lâmpadas devem ser à prova d’água. Opte por modelos tipo “mangueiras”, que são específicos para esses lugares. O mesmo cuidado se deve ter ao colocar lâmpadas em árvores naturais, pois estas precisarão ser regadas. Certifique-se de ligar as lâmpadas a circuitos com fio-terra

 

– As árvores artificiais são feitas de material inflamável (embora haja modelos resistentes ao fogo) e sua estrutura metálica pode causar curto-circuito. Não utilize enfeites de papel, principalmente com acabamento metálico. Nunca coloque a árvore de Natal em um local de passagem nem obstrua janelas

 

 – Ao instalar pisca-piscas que foram usados em outros anos, revise cada lâmpada e troque as queimadas, verifique se há fio solto e se o plugue está íntegro. Nunca deixe lâmpadas queimadas no circuito

 

– Evite colocar as lâmpadas perto de fontes de calor e de cortinas, que podem propagar mais rapidamente o fogo em caso de curto-circuito

 

– Desligue as lâmpadas sempre que sair do ambiente e não deixe crianças nem animais domésticos perto das luzes sem supervisão de um adulto

 

Com esses cuidados, desejamos a nossos clientes, amigos e familiares um Feliz Natal!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *