Skip to main content

Compra certa: conheça os conceitos básicos de iluminação

Lúmen, luz, fluxo luminoso, watts… comprar uma lâmpada pode parecer tarefa simples, mas conhecer os conceitos básicos de iluminação aumentam a eficiência, gerando economia, aumento da produtividade e conforto ambiental. Um espaço mal iluminado pode causar enjoo, dor de cabeça, redução da eficiência visual, fadiga e pode até provocar acidentes. A luz influencia o organismo humano tanto física quanto psicologicamente, por isso, um bom projeto luminotécnico é muito importante.

Normalmente, ao comprar uma lâmpada, observamos apenas sua cor e a quantidade de watts, no entanto, há diversos elementos que merecem atenção. Preparamos este pequeno guia com os conceitos básicos de iluminação para você entender melhor o que é cada um desses elementos.

 

Entenda os conceitos básicos de iluminação

Lúmen (lm): É a intensidade da luz. A quantidade de lúmens serve para calcular o lux.

Lux (lx): É a quantidade de luz, ou iluminância, por metro quadrado. Ou seja, sabendo a quantidade de lúmen de uma lâmpada, é possível dividir a quantidade de lúmens por m2 para se chegar ao lux. (Esse é o cálculo básico. Em um projeto, outros itens, como a iluminação natural e a incidência de raios solares, são considerados para a realização de cálculos mais completos.) O nível de iluminância (lux) ideal para cada ambiente é normatizado pela NBR5413, da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

 

Watt (W): É a quantidade de energia consumida, não diz respeito à luminosidade produzida. Esse item deve ser observado para saber se a lâmpada gasta mais ou menos energia elétrica.

conceitos básicos de iluminação

LUZ

Segundo conceitos da física, luz é uma radiação eletromagnética captável capaz de produzir sensação visual. O ser humano é capaz de captar comprimentos de onda entre 400 e 740 nanômetros (nm). Abaixo disso está a radiação infravermelha e acima, a ultravioleta.

conceitos básicos de iluminação

Temperatura de cor: Quando falamos em “luz fria” ou “luz quente” não diz respeito ao calor emitido pela lâmpada, e sim à sua tonalidade, medida em Kelvin (K). Quanto mais alta for a temperatura, mais clara – branca – será a lâmpada; quanto mais baixa a temperatura, mais amarela, a tonalidade.

conceitos básicos de iluminação

Índice de Reprodução de Cor: Variável de 0 a 100, esse índice determina a capacidade de reproduzir com maior fidelidade os objetos e estruturas iluminados. Quanto maior o índice, mais as cores originais são preservadas pela iluminação.

 

Além disso, outras determinações técnicas devem ser levadas em consideração ao se escolher uma ou um conjunto de lâmpadas, como o ângulo de abertura do facho de luz, a curva de distribuição luminosa, o fluxo luminoso e como ele se dissipa etc.

 

EFICIÊNCIA LUMINOSA

As lâmpadas podem ser comparadas em função da quantidade de lúmens emitidos por watt consumido. Assim, é possível saber quais são as que consomem menos energia, ou seja, as mais sustentáveis e econômicas. A lâmpada convencional incandescente emite entre 10 e 15 lúmens / watt, enquanto uma lâmpada LED (Light Emitting Diode) emite entre 100 e 130 lúmens / watt.

conceitos básicos de iluminação

Com tantos detalhes pode parecer uma missão complicada criar um projeto de iluminação para sua casa ou ambiente corporativo, por isso conte com a ajuda de arquitetos e da nossa equipe de especialistas que vão indicar as melhores alternativas para cada tipo de necessidade. Solicite uma visita da nossa equipe, sem custos, e saiba como otimizar a iluminação na sua residência, loja ou escritório.

conceitos básicos de iluminação

 

2 thoughts to “Compra certa: conheça os conceitos básicos de iluminação”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *