Skip to main content
economizar com lâmpadas

Entenda como economizar com lâmpadas e reduzir a conta de luz

Lâmpadas não são todas iguais, elas se diferem em temperatura, cor, watts, lúmens, e tudo isso influencia no seu desempenho. Por essa razão, conhecer o tipo de lâmpada, o ambiente em que será usada e a função desejada é importante para aumentar a sua eficiência e saber como economizar na conta de luz.

Medidas que visam diminuir o consumo energético no Brasil vêm sendo tomadas pelo governo federal há alguns anos. As lâmpadas incandescentes de 61 a 100 watts pararam de ser fabricadas no Brasil em junho de 2013. No ano seguinte, foi a vez das lâmpadas de 60 watts – então, as lâmpadas mais comuns no país – deixarem de ser produzidas. Tudo para que o país pudesse economizar mais com as lâmpadas.

O alto consumo energético desses modelos foi determinante. Uma lâmpada incandescente transforma em luz apenas 5% da energia elétrica consumida, enquanto uma luz fluorescente gera 15% de luz com a mesma quantidade de energia. Em 2013, o Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia) contabilizou uma economia de 2,2 bilhões de kWh/ano, se todas as lâmpadas incandescentes residenciais de 61 a 100 watts fossem trocadas por fluorescentes compactas.

 

Conheça os tipos de lâmpadas e qual delas ajuda a economizar

De acordo com dados da Lux Brasil, o mercado da iluminação no Brasil conta com mais de 600 indústrias, que geram quase 40 mil empregos. As lâmpadas representam 28% do faturamento do setor. Atrás das luminárias (61%) e à frente dos reatores (11%).  Há diferentes tipos de lâmpadas de uso residencial no mercado, que devem ser escolhidas de acordo com a função e o ambiente em que serão colocadas. Conheça as principais:

 

Lâmpadas de filamento

Muito usadas para decoração, são inspiradas em lâmpadas do século XIX e apresentam filamento de carbono aparente, que conferem charme ao objeto. Podem ser incandescentes (importadas) ou de LED, o que mantém a economia. Com vida útil aproximada de 2000 horas, seu uso contínuo não é recomendado.

 

Lâmpadas halógenas (de quartzo)

Funcionam de maneira semelhante às incandescentes, porém, apresentam alta eficiência energética e vida útil de até 5000 horas. São ideais para valorizar elementos decorativos ou para iluminação de destaque, pois são capazes de reproduzir a cor branca praticamente sem desvios e seu facho pode ser direcionado.

 

Lâmpadas fluorescentes

Pela sua alta eficiência energética e luminosidade, são usadas tanto em indústrias, lojas e galpões. As versões compactas, ideais para uso doméstico, apresentam a mesma eficiência e ainda mais economia. A vida útil varia conforme o modelo, podendo chegar a 24 mil horas. Entre as desvantagens desse modelo, principalmente as de cor fria, está o baixo Índice de Reprodução de Cores (IRC). Portanto, não são indicadas para ambientes com decoração mais elaborada ou quando se deseja criar uma atmosfera mais aconchegante.

 

Lâmpadas de LED (Light Emitting Diode)

São as campeãs no quesito durabilidade – podendo chegar a 50 mil horas –, economia (proporcionam até 90% de economia de energia elétrica) e eficiência energética. Apresenta alto IRC e não emitem raios infravermelhos nem raios ultravioletas. São ecologicamente corretas, pois, além de ter maior vida útil, não utilizam mercúrio (metal tóxico que pode contaminar seres humanos, solo, rios etc. quando descartado de maneira errada). As lâmpadas de LED permitem controle da intensidade e mantêm a cor dos objetos e ambientes.

 

Compare o gasto em energia dos diferentes modelos de lâmpadas

A empresa LEDVANCE criou esse comparativo com base no valor médio de R$ 0,22, da Eletropaulo em novembro de 2016. Veja a comparação.

economizar com lâmpadas

Se você não possui um projeto luminotécnico e deseja economizar, invista em lâmpadas de LED. O mesmo vale para sua casa, trocar todas as lâmpadas pode ser uma estratégia para reduzir a conta de luz.

economizar com lâmpadas

2 thoughts to “Entenda como economizar com lâmpadas e reduzir a conta de luz”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *