Skip to main content

Logística reversa: descarte correto de lâmpadas pela JotaJota

Dar destino correto aos resíduos tóxicos, como pilhas e baterias, reatores eletrônicos e lâmpadas (principalmente as que contêm mercúrio, como as fluorescentes) é colaborar diretamente para a preservação do meio ambiente e evitar danos graves à Natureza. Esses componentes podem afetar solos, rios, lençóis freáticos e também as próximas gerações, já que os metais pesados existentes nesse resíduo são cumulativos. Para ajudar as empresas nesse processo e também colaborar com a preservação ambiental e saúde pública, a JotaJota oferece um trabalho de recolhimento desses componentes junto a seus clientes, facilitando o correto descarte.

Esse sistema de logística reversa é previsto em (Lei nº 12.305) desde 2010 e faz parte da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que prevê o descarte correto desses itens entre fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes. A responsabilidade socioambiental e legal do descarte correto desses resíduos é do fabricante. No entanto, quem distribui e comercializa deve se disponibilizar a receber de volta as lâmpadas queimadas e entregá-las ao fabricante.

 

Logística reversa: por que é importante o descarte correto de lâmpadas?

As lâmpadas fluorescentes contêm diversos metais em sua composição, como alumínio, chumbo, pó fosfórico e mercúrio em forma de vapor. Quando quebradas, essas lâmpadas liberam o gás, que é altamente tóxico.

descarte correto de lâmpadas

Em torno de 40 milhões de lâmpadas (entre incandescentes e fluorescentes) são descartadas por ano no Brasil. O que representa um grande problema ambiental e de saúde pública. Quando descartada inteira, uma lâmpada fluorescente pode se quebrar, liberando cerca de 20 mg de mercúrio, que contaminam o meio ambiente. Esse mercúrio pode volatizar, chegar na atmosfera e precipitar em forma de chuva ácida, contaminando mananciais, rios e peixes. O mercúrio presente em uma única lâmpada é suficiente para contaminar 20 mil litros de água. O ser humano pode se contaminar por vias respiratórias, contato com a pele e pela ingestão de água ou peixes contaminados.

descarte correto de lâmpadas

Como é o processo de descontaminação das lâmpadas?

Ao serem descartadas corretamente, as lâmpadas seguem um processo de descontaminação e reciclagem. No processo, as peças são separadas de acordo com o material – alumínio, plástico, outros metais, vidro. Em ambiente controlado, os metais tóxicos são segregados. Para cada um deles é dado o destino adequado: o mercúrio é destilado, retiram-se as impurezas e ele pode ser novamente utilizado.

Vidros e outros materiais são testados quanto à contaminação por mercúrio e, após liberados, seguem para reciclagem.

 

Logística reversa JotaJota

Agora que você já entendeu por que é importante dar o descarte correto das lâmpadas e componentes elétricos, pode contar com a JotaJota para facilitar esse serviço. A JotaJota recebe de seus clientes lâmpadas queimadas na mesma proporção que as adquiridas na loja, ou seja, quando um cliente compra cem lâmpadas novas, pode entregar cem lâmpadas usadas, além de reatores elétricos. Caso a compra não seja realizada em nossa loja, o custo por lâmpada é de R$ 2,00.

As lâmpadas e reatores recebidos são encaminhados para uma empresa de gestão especial de resíduos sólidos credenciado pela Fundação do Meio Ambiente de SC (Fatma), a qual emite um certificado garantindo a destinação e os tratamentos adequados.

 

descarte correto de lâmpadas

3 thoughts to “Logística reversa: descarte correto de lâmpadas pela JotaJota”

  1. Moro em Floripa e gostaria de saber onde entrego lampadas queimadas.Gostei da reportagem eu já havia estudado na Faculdade sobre logística reversa e sempre procuro lugar para entregar pilhas e não sei onde entregar lampadas.

    1. Olá Cleia, traga suas lâmpadas em nossa loja e entregue a um dos nossos consultores, onde irão destinar aos nossos parceiros especializados em descarte. Qualquer dúvida estamos a disposição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *